Proposta: Espaço de Acolhimento LGBTQ

Arquitetos: Diade Arquitetos

Localização: Jardim Ângela – São Paulo, Brasil

Área: 3.000 m²

Ano do Projeto: 2017

Sobre: O projeto tem como compromisso a construção de um abrigo temporário, de até 3 meses, para pessoas LGBTS expulsas de casa e em situação de rua, criando uma comunidade, para onde todos sempre poderão voltar. O programa se desenvolve para atender as demandas individuais dessa comunidade, ou seja, o que é necessário para ser acolhido e para se sentir em casa, durante esse período de vulnerabilidade. Foram levadas em consideração as seguintes ações necessárias para o abrigo, como: comer, ler, aprender, ouvir, dormir, falar, lavar, usar. Portanto, os seguintes espaços foram elaborados para formar esse abrigo/comunidade LGBT : quartos, biblioteca, refeitório, auditório, banheiros, lavanderia, oficina manual e suporte emocional e físico.